NOTÍCIAS

RENOMADO NEUROCIENTISTA APONTA CONTRIBUIÇÕES DA NEUROCIÊNCIA À EDUCAÇÃO
29/06/2018

RENOMADO NEUROCIENTISTA APONTA CONTRIBUIÇÕES DA NEUROCIÊNCIA À EDUCAÇÃO

RENOMADO NEUROCIENTISTA APONTA CONTRIBUIÇÕES DA NEUROCIÊNCIA À EDUCAÇÃO

 

Descobertas recentes da neurociência podem ajudar a escola a repensar suas práticas, de acordo com o neurocientista Fernando Louzada, que atua como coordenador do Laboratório de Cronobiologia Humana (Labcrono) da Universidade Federal do Paraná.

Em palestra durante o 3º Grande Encontro da Educação, realizado em São Paulo, Louzada defendeu o diálogo entre as duas áreas ? mas com cuidado para não as confundir ou misturá-las, já que são muito diferentes.

Uma das descobertas apontadas pelo pesquisador diz respeito ao sono, muito importante para o processo de aprendizagem. ?Escolas devem se preocupar com o sono também?, afirmou.

Para garantir boas noites de sono aos alunos, o que contribui para a consolidação do que foi estudado, Louzada defende que as aulas não deveriam começar antes das 8h30.

O neurocientista também explicou que a repetição desempenha um papel importante na aprendizagem. ?Precisamos perder o preconceito com a repetição. Quando o aluno repete várias vezes, aquilo é automatizado. Tem coisas que vale a pena repetir. ?

A importância do diálogo entre neurociência e educação também foi levantada por gestores que assistiram à palestra. ?Levar para a escola uma reflexão sobre como o cérebro aprende é um material riquíssimo para o professor que ensina e avalia?, defende Cláudia Lazzetta, coordenadora pedagógica do ensino fundamental 2 do Colégio Johan Gauss.  ?Conhecendo melhor a neurociência, podemos fazer planejamentos de acordo com a faixa etária?.

Matéria da Revista Educação

 

DESTAQUES