NOTÍCIAS

IMPORTÂNCIA DE INCENTIVAR A LEITURA NAS CRIANÇAS
09/03/2018

IMPORTÂNCIA DE INCENTIVAR A LEITURA NAS CRIANÇAS

COMO INCENTIVAR A LEITURA E A IMPORTNCIA DESTA PRÁTICA

A leitura é um hábito criado no dia a dia, cultivado e aprimorado nas tarefas cotidianas desde criança. Normalmente, os pequenos aprendem a ler por volta dos cinco anos de idade, mas especialistas recomendam que esse hábito seja inserido muito antes.

 Por conta disso, é preciso aproveitar o comportamento infantil natural de observação e imitação de atitudes dos pais, além de identificar atividades atrativas, alegres e divertidas ? garantindo maior interesse por parte das crianças.

São amplos os benefícios da leitura. Além de adquirir cultura, a pessoa que lê bastante passa também a escrever melhor, a ter mais senso crítico, amplia seu vocabulário e apresenta melhor desempenho na escola, entre outros pontos positivos. Por conta disso, é essencial ler e ter bastante contato com diversas obras desde os primeiros meses de vida.

A literatura infantil é muito importante, trazendo riqueza de informações e conhecimentos, se desenvolvermos as leituras desde muito novos, as chances de sucesso são ainda maiores. Entretanto, qual é a melhor maneira de fazer com que as crianças se interessem por livros infantis? 

ANTES DA ALFABETIZAÇÃO

É muito importante possibilitar às crianças o contato com livros desde cedo. Os pequenos precisam brincar, tocar e manusear o livro. Atualmente, é muito fácil encontrar editoras que publicam livros de assinatura com histórias diferenciadas e apropriadas para essas idades, como livros de plástico, coloridos e com texturas diferentes.

A história infantil ajuda à criança a entrar em um universo encantado, e a desenvolver rapidamente o desejo de se apropriar da leitura. Uma das dicas fundamentais é que os adultos leiam para as crianças, pois o interesse surge através desse vínculo.DURANTE

Um dos passos mais importantes nesse período é incentivar a leitura em grupo. A dica é: a criança lê uma parte da história e os pais outra, até que ela consiga fazer a leitura do livro inteiro sozinha. No início, a recomendação é que os pais ofereçam alguma história infantil ilustrada, com pouca coisa escrita; e aos poucos aumentem a quantidade de escrita, de acordo com o desenvolvimento da criança.

COMO CONTRIBUIR PARA A LEITURA DO SEU ALUNO

A leitura de história e de bons textos deve fazer parte da rotina diária dos alunos.

·         Planejar a leitura ? o texto deve ser bem escolhido e a leitura, estudada.

·         Repetir a leitura das mesmas histórias e deixar que completem os trechos.

·         Ler de diferentes formas cada texto.

·         Permitir interação durante ou após a leitura.

·         Pedir para reproduzirem a história lida.

·         Possibilitar o acesso a material de leitura significativo e interessante. Exemplo: comentar os livros que leu e achou interessante, e pedir aos alunos que também o façam.

·         Colocar o material de leitura ao alcance dos alunos.

·         Trabalhar com textos que possibilitem a memorização, organizar coletâneas com eles e incentivá-los a contar a história sem lê-la.

·         Levar embalagens vazias, folhetos, catálogo etc. para a sala de aula.

·         Criar situações em que a leitura seja necessária.

·         Ler e escrever com finalidades reais.

 

Professor, o ato de contar histórias para as crianças está presente em todas as culturas, letrada ou não letrada, desde os primórdios da humanidade. Toda criança gosta de ouvir histórias.

No espaço educacional a prática de contação de histórias deve ser realizada durante todo o ano, principalmente nas turmas da Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental.

Uma leitura em voz alta quando é bem realizada, desperta atenção, o desejo, a curiosidade e a vontade de repetir a experiência de escutar historias e também de ser leitor.

Organize a sala de aula ou outro espaço da escola para a contação de histórias,de modo a torná-la agradável,proporcionando momentos mágicos de leitura. Os alunos podem ser organizados em um semicírculo para que todos tenham acesso às imagens.

O contador de histórias deve ser dinâmico e fazer uso de diferentes estratégias para contação de histórias, pois estes recursos serão fundamentais para que a turma desenvolva o prazer e o interesse pelo mundo da leitura. Portanto, organize um repertório de histórias (livres ou de acordo com alguma temática a ser trabalhada) e crie espaços e formas de contação de histórias às crianças.

DESTAQUES